Valar Morghulis. When the sun goes down and the long night rise, you deserve what?

[RP Fechada] Quicksand

Ver o tópico anteriorVer o tópico seguinteIr em baixo

Mensagem por Merida Lannister em Sab Nov 26, 2016 11:45 pm

UMA FRASE QUALQUER

Quicksand
Descrição da RP:  A RP irá começar com o post de Merida Lannister. Esta é uma RP FECHADA, conta apenas com a participação de Merida Lannister e Valarr Targaryen Estamos na Praia, em Casterly Rock num começo de manhã quente, onde o sol já espreita.
Mensagem por Merida Lannister em Dom Nov 27, 2016 12:50 am
Quicksand

A mind needs books as a sword needs a whetstone if it is to keep its edge




Merida conseguia ouvir o piar dos pássaros e o som das águas correndo longe no rio. Seus pés descalços pisavam na erva selvagem do bosque. Ela estava feliz porque finalmente estava livre. Seu rosto era beijado pelo sol enquanto ela lia sobre as mais belas e assustadoras história de Westeros.
Mas a beleza desse sonho durou pouco e rapidamente a leoa dourada se viu, mais uma vez, confinada às quatro paredes de seus aposentos. Era ainda muito cedo, ela tinha certeza pois o sol ainda mal se via no céu estrelado. A fortaleza estava silenciosa mas Merida sabia que, do lado de fora de sua porta, dois guardas vigiavam seu quarto a mando de seu pai. A princesa era tão amada quanto controlada pelo leão, que, no fundo, apenas queria protegê-la. Ela sabia disso e o amava, mas ter sua liberdade roubada começava a deixa-la um pouco irritada.

Contudo, Merida era inteligente e tinha seus jeitos de contornar as situações. Há já alguns anos que ela descobrira a passagem secreta debaixo de sua cama. Fora uma descoberta acidental, seu livro havia caído e ao baixar-se deu de caras com o alçapão que ligava a fortaleza até a praia, não muito distante dali. Ela demorava cerca de vinte minutos para percorrer todo o caminho escuro, mas ainda assim valia a pena sentir um pouco de liberdade no rosto.
Saiu da cama e vestiu um simples vestido vermelho, sem bordados ou detalhes vistosos. Na verdade sempre preferira roupas simples, Merida acreditava que o que realmente importava não eram roupas ou aparências mas sim o intelecto de cada um.

Desceu pelo alçapão, segurando uma tocha nas mãos e caminhou durante todo aquele tempo, ciente de que não poderia se demorar demasiado, caso contrário iriam notar sua falta.
Sentia já o cheiro da maresia quando finalmente viu a luz do exterior. Seus pés tocaram a areia e ela sentiu seus sapatos se encherem dos pequenos grãos. Os descalçou, preferia manter o total contato com a natureza e caminhou lentamente pelo manto bege até finalmente ter seus dedos beijados pela água do mar. Fechou os olhos e escutou as gaivotas que sobrevoavam o local, juntamente com as ondas, um som mais bonito do que qualquer outra melodia criada pelo homem.




Mensagem por Valarr Targaryen em Ter Nov 29, 2016 11:30 pm
THE DRAGON PRINCE
– Esse é o Rochedo? Imaginei algo mais...Lannister. – Esperando avistar uma fortaleza feita inteiramente de ouro, meus olhos acabaram por captar uma grande estrutura que quase se confundia com o restante das rochas ali presentes. Uma edificação bastante impressionante, mas nada luxuosa.

A visita às Terras Ocidentais não parecia atraente. Acompanhando Aeron para uma reunião com o Rei Lannister, tornava a focava-me em forçar os arreios do cavalo. Eu apenas queria avançar mais rápido, mais rápido e mais rápido. Porém, antes que pareça que apenas sentia-me bem cavalgando, saiba que a cena passava-se diferente em minha mente. As nuvens transpassavam meu corpo. Eu sentia o vento, sentia força, sentia...vida. Sunfyre planava enquanto eu utilizava-me de minhas forças para guiá-lo pelos ar. O dragão, nomeado em homenagem à montaria utilizada por Aegon II Targaryen - compartilhando escamas da mesma tonalidade com o original -, bradava para o infinito mostrando toda a força presente em suas entranhas. Enfim eu havia sido merecedor de montá-lo, e assim seria por toda o restante de minha vida.

Os cascos do animal ricocheteavam as pedras no caminho. Meu sonho, retratado em uma curta alucinação, havia sido extinguido. Com rigor, movi as rédeas para a esquerda, tornando a desviar de um obstáculo que surgira no caminho. Minhas pernas exerciam certa pressão na montaria, que respondia com um aumento gradual em sua velocidade. O corcel, apesar de malhado e acostumado com grandes esforços, já apresentava os primeiros sinais de cansaço. A sela escorregava sobre minhas pernas, apesar de eu utilizar de toda minha força para fixar-me. "Nota mental: utilizar uma sela de melhor qualidade no próximo passeio".
– Vamos! Você consegue! - minhas palavras de incentivo eram acompanhadas de mais e mais força. Eu iria até o limite. O animal, chamado de Orys pelos homens dos estábulos, bufava ao mesmo tempo em que eu movia minhas mãos - guiando-o pelo caminho. O trote logo permaneceu constante. Não haviam mais meios de aumentar aquele movimento - que, de tão acelerado, deformava todos os arredores captados pelo meu olhar. O controle do equino beirava a perfeição...ou pelo menos era o que eu pensava. Tudo começou a desacelerar e o tempo pareceu ficar mais devagar.

O chão, por fim, encontrou-me. O cansaço fora tanto que o cavalo desmaiara sobre a areia de uma bela praia que surgira de repente. Limpando a areia que cobria minhas roupas de nobres fios, notei a presença de um indíviduo - em uma região mais próxima ao mar. Com certa curiosidade, tornei a aproximar-me da entidade misteriosa - que logo mostrou ser uma jovem garota.

– Não devia andar sozinha, milady. Muitos homens se aproveitariam ao ver uma bela moça desacompanhada. – Ela ainda permanecia de costas, não deixando-me perceber seu rosto. Cabelos loiros escorriam por suas costas e pelo tecido comum de suas roupas. Curvas sinuosas, ainda, emolduravam a corpo da jovem. – Creio que deva ter uma nome.

Habilidade Treinada:
Equitação

fire and blood



make Westeros great again

[CROWNLANDS] Master of Laws
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagem por Urrax em Ter Dez 06, 2016 9:01 pm

Avaliação de Treino

Valarr Targaryen
Um treino pequeno, de fato, mas não deixou de ser bem descrito e até mesmo engraçado! Continue evoluindo, parabéns.


Avaliação

Conteúdo e Coerência (40/40)
Contexto e Criatividade (30/30)
Estrutura e Metodologia (20/20)
Ortografia e Organização (10/10)
Total (100/100)
Acréscimos e Descontos


+21% pelo atributo Inteligência com 8 pontos. (21)
-10% pelo atributo Energia com 2 pontos. (10)
+21% pelo atributo Determinação com 9 pontos. (21)
-5% pela habilidade no nível 2. (5)

Experiência Adquirida


+ 127 pontos na habilidade equitação.


Última edição por Urrax em Dom Dez 11, 2016 5:31 pm, editado 1 vez(es)


Dragão
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagem por Merida Lannister em Qui Dez 08, 2016 6:49 pm
Quicksand

A mind needs books as a sword needs a whetstone if it is to keep its edge




Não havia nada mais libertador do que sentir o cheiro da brisa do mar e o vento tocando seu rosto e cabelos, os fazendo esvoaçar num oceano de ondas douradas, tão comuns dos Lannister. Merida estava totalmente distraída e por isso não escutou os passos da pessoa que se aproximava. Foi apenas a voz masculina que a fez olhar em volta, sobressaltada.
Sua mente rapidamente refletiu naquelas palavras e ela não poderia estar mais de acordo. Mas como alguém preso, que supostamente nem deveria estar ali, poderia requisitar a presença de guardas?
Merida rapidamente respondeu ao comentário astuto.
- Eu não estou sozinha. - mentiu, o encarando de cabeça erguida e se mostrando talvez até um pouco fria.
Sabia que ao se mostrar confiante talvez ele acreditasse nas suas palavras totalmente falsas, mas com uma certa lógica. Afinal, seus guardas poderiam estar escondidos, deixando-a desfrutar dessa bela manhã de sol.
Esboçou um sorriso, um sorriso de canto, talvez um pouco matreiro, por saber que o enganava.
- Tenho claro. - respondeu, contendo o riso que teimava em tentar escapar de sua boca. Apesar de passar muito tempo trancada, Merida sabia ler as pessoas, e sabia como jogar com a cabeça delas. O estranho queria um nome mas ela apenas iria revelá-lo quando tivesse a certeza de que esse era o momento certo.
- Acredito que também você tenha um. Acho que seria de bom tom você se apresentar primeiro, afinal, não sou eu a intrusa.
A Lannister o observava com atenção. Cabelos claros, quase brancos, olhos violeta... Ele poderia ser um Targaryen, talvez até mesmo o rei. Mas o que importava isso pra ela?




Habilidade Treinada:
Atuação



Landslide
I took my love, I took it down
I climbed a mountain and I turned around. And if you see my reflection in the snow covered hills, well the landslide will bring it down
Mensagem por Valarr Targaryen em Qui Dez 08, 2016 10:04 pm
THE DRAGON PRINCE
– Que bom que não está sozinha. Apesar de eu não ver os seus misteriosos homens, foram sábios em não deixarem uma moça tão bela desacompanhada. – Enfim, ela havia virado em minha direção. A beleza apresentada por ela deixou-me estranhamente interessado. Um desejo carnal surgiu pelo meu corpo. Mais do que isso, ainda desejava raptá-la e tomá-la como minha esposa naquele mesmo instante. "Acalme-se, rapaz"

Com o canto de olho, procurei a presença de outros convidados no ambiente. Não gostaria que aquele incomum encontro fosse interpretado de outra forma...ou, até mesmo, que quaisquer homens pudessem ver seja lá o que eu quisesse fazer. Com as mãos postas sobre minhas costas, andei de um lado para outro como se estivesse pensando em minhas próximas palavras.

– Não precisa ter medo, garota. Não faria mal algum a você. – Apesar de detectar certas mentiras vindas dela, entrei naquele jogo. Aquilo me divertia. De forma a mostrar superioridade, tornei a me apresentar. – Pode me chamar de Princípe Valarr Targaryen, Lorde de Dragonstone, Mestre das Leis, Irmão do Rei de Westeros...Ou apenas de Principe Valarr, se assim preferir. – Com um sorriso no rosto, dei uma piscada para a loira. Olhando de cima a baixo, avaliei-a por completo. Apesar de suas roupas nada nobres, sua pele, tão limpa quanto poderia estar, indicava que suas vestes não eram compatíveis com seu segmento social. Talvez ela não possuísse tanto poder e fortuna, entretanto, mas eu tinha plena convicção de que ela não era apenas uma plebeia qualquer. – Agora creio que eu mereça saber com quem falo.

fire and blood



make Westeros great again

[CROWNLANDS] Master of Laws
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagem por Merida Lannister em Sex Dez 09, 2016 9:39 pm
[quote="Merida Lannister"]
Quicksand

A mind needs books as a sword needs a whetstone if it is to keep its edge




Merida tinha dúvidas se suas mentiras tinham realmente surtido efeito ou se o homem apenas decidira seguir o seu rumo de conversa. Ainda que fosse um desconhecido e pudesse representar perigo para ela, a princesa não evitou esboçar um pequeno sorriso ao concluir que, apesar de tudo, conhecia alguém novo. O homem de cabelos loiros era um novo mistério para ela, um livro por ler, isso a deixava entusiasmada, queria fazer-lhe muitas perguntas, de onde vinha, porque estava ali... Fitou seus olhos violeta, que tanto prendiam sua atenção. Pareciam duas pedras preciosas, vindas de terras distantes, terras do Mar de Jade talvez. Eram sinal de que o sangue da antiga Valíria corria nas suas veias. Merida relembrou em breves segundos os nomes de alguns dos Targaryen que ela mais admirava, mas sua atenção se focou em Rhaegar, o príncipe melancólico. Sua história sempre a fascinava e a leoa a lia múltiplas vezes, tentando sempre achar algo de novo na informação disposta nos velhos livros dos maesters.

Como que se adivinhasse, Merida escutou as palavras do homem que se apresentava agora como Valarr Targaryen, príncipe de Pedra do Dragão. Ela podia jurar que sofria de um deja vu nesse momento.
Mas se Valarr esperava algum tipo de vênia ou submissão da parte de Merida, estava enganado. Ela o respeitaria, claro, mas não o colocaria num pedestal como muitas pessoas faziam com a família real dos dragões.
Sentiu seus olhos percorrerem seu corpo e deu um passo atrás, um pouco desconfortável por ser alvo de tanta atenção. Não estava habituada a isso pois eram poucas as pessoas que a viam pela primeira vez.
- Pode me chamar de Merida. - afirmou, desviando o olhar para a fortaleza que se erguia, alta, sobre eles. - Lannister.

As dúvidas acerca dos motivos que levavam um príncipe de Pedra do Dragão a se apresentar no Rochedo ondulavam por seus pensamentos e por isso, sem grandes demoras, decidiu perguntar.
- Posso saber o que o trouxe até as terras de meus pais?
Muito subtilmente, Merida revelava sua identidade, ainda ciente de que não estava totalmente segura na presença do homem que parecia cativa-la a cada momento que passava.
Ele vinha de um local totalmente diferente, com certeza havia experienciado coisas que ela apenas podia sonhar.
- Uma pessoa como você não se deslocaria até o Rochedo por um motivo qualquer. - concluiu, iniciando uma caminhada lenta pela praia, enquanto sentia seus pés serem tocados pela água fria do mar.
Targaryen e Lannister haviam sido aliados no passado, quando o avô de Merida serviu como mão da rainha Daenerys, mas, honestamente, ela não sabia como estavam as relações entre as duas casas. Na verdade, não sabia de nada acerca do reino, apenas podia prever as coisas se baseando nas histórias do passado. Isso frustrava qualquer pessoa sedenta por conhecimento.
- Me perdoe, minha curiosidade sempre fala mais alto.






Landslide
I took my love, I took it down
I climbed a mountain and I turned around. And if you see my reflection in the snow covered hills, well the landslide will bring it down
Mensagem por Urrax em Dom Dez 11, 2016 5:07 pm

Avaliação de Treino

Merida Lannister
Um ótimo treino, parabéns!


Avaliação

Conteúdo e Coerência (40/40)
Contexto e Criatividade (30/30)
Estrutura e Metodologia (20/20)
Ortografia e Organização (10/10)
Total (100/100)
Acréscimos e Descontos


+21% pelo atributo Inteligência com 8 pontos. (21)
+3% pelo atributo Energia com 5 pontos. (3)
+15% pelo atributo Determinação com 7 pontos. (15)
+10% pela habilidade no nível 0. (10)

Experiência Adquirida


+ 149 pontos na habilidade atuação.


Dragão
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagem por Valarr Targaryen em Qui Jan 26, 2017 1:07 am
THE DRAGON PRINCE
– Uma Lannister? Vestindo esses... trapos? – Apesar de ela aparentar ser uma nobre de uma família menor qualquer, não acreditava que ela estivesse mentindo. A naturalidade de suas palavras soavam com certa veracidade. – Merida? Um belo nome, com toda a certeza.

O mar possuía características calmas e agitadas de forma equilibrada. Conforme a conversa avançava, porém, as ondas pareciam que tornavam-se mais revoltas.

– Ao estar aqui, sozinha, deve estar deixando seus pais ou até mesmo seu esposo preocupados... Afinal, uma moça tão bela não pode ser solteira... Seria um crime contra à humanidade, certamente. – Olhei, mais uma vez, para a estrada que levava ao Rochedo Casterly. Logo alguns homens montados surgiriam à minha procura. Olhando novamente para ela, pensei em matrimônio. O Rei Lannister certamente aceitaria um casamento entre sua filha e o irmão do Rei de Westeros. Meu irmão também compartilharia deste pensamento, obviamente. Restava, apenas, convencê-la de tal... Mesmo que essa fosse a parte menos necessária e, talvez, desprezível.– O grande Rei de Westeros veio ao Rochedo pois tem negócios a tratar com seu pai... Que, que pelo que entendi, é o Rei Lannister, não é mesmo? Eu, como bom irmão que sou, decidi acompanhá-lo.

Outros homens achariam minha atitude um tanto precoce. Pensar em casamento logo após conhecer uma pessoa. Porém, este era um dos grandes luxos trazidos pelo sangue Targaryen. No caso de arranjar outra pretendente, poderia me casar novamente. Nascer em minha família possibilitava - e justificava - a poligamia, em termos mais específicos. Maegor, o Cruel - por exemplo - teve nada menos do que seis esposas. Infelizmente, esse constume estava sendo esquecido desde as últimas eras. Talvez pudesse ficar marcado na história como o responsável por retornar às eras de ouro de minha família.

Normalmente, um mero olhar já seria o suficiente. Meus olhos de cor violeta, em certos momentos, atingiam uma tonalidade tão bela que encantavam até mesmo a mim. Porém, essa garota parecia diferente de todas as outras com as quais já havia dormido. E esse sentimento apenas serviu para aumentar, cada vez mais, o meu desejo.

Parecia encantada com o mar, quando eu cheguei. Nunca deve ter visto a Muralha. Não dormi durante dias depois de vê-la. – De forma inesperada e gentil, levei minha mão direita ao queixo de Merida. E, por alguns segundos, permaneci segurando-o, enquanto tentava decifrar os claros olhos azuis que extasiava meus sentidos– Fez com que eu visse minha insignificância perante o mundo.

fire and blood



make Westeros great again

[CROWNLANDS] Master of Laws
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagem por Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anteriorVer o tópico seguinteVoltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum